6 de abr de 2011

Vivo me perguntando ..


o que quero e vou fazer da minha vida. Isso me deixa muito confusa; saber que rumo tomar e quem levar comigo. Nesses últimos dias parei para pensar mais a sério nisso. Descobri que bem mais do que ser feliz eu quero me sentir útil. Não aquela coisa de ser “bonzinho”, simplesmente porque todo mundo gosta de pessoas “boazinhas”. Eu quero fazer algo de bom, ver o sorriso na face de alguém, criar algo que eu possa deixar no futuro, fazer esse tipo de coisa porque gosto e não pelo o que os outros vão pensar sobre mim. Isso é viver para mim, deixar o egoísmo de lado e se doar um pouco aos outros sem querer nada em troca. É, eu estava me esquecendo disso, do que era para mim de maior valor. Me esqueci que dane-se se o mundo não é o que esperamos. Não são os outros que vão ser felizes por nós; se queremos isso temos que fazer nós mesmos, começando por aquilo que nos faz bem.

0 comentários:

Postar um comentário