6 de abr de 2011

Sei que não pode prometer ..


que vai ficar para sempre. Mas sabendo que você ficará pelo tempo que isso for bom para nós dois já me deixa tranquila. Não é uma questão de precisar, mas sim de querer. Eu não preciso de tudo que eu quero, e necessariamente não quero tudo o que eu preciso. Mas neste caso pode dizer que esses dois verbos andam quase juntos. Não vou morrer se você for embora, mas você levará um pedaço de mim. Um pedaço relativamente importante que não sei se tem a capacidade de se regenerar depois. Não quero viver incompleta. Você virou parte de mim, impregnado em cada pensamento e em todo canto que eu olho. Estou me contradizendo, não é? Tudo bem, é contraditório mesmo. Não importa. Você sabe que não precisa, mas quer como se precisasse. 

0 comentários:

Postar um comentário