5 de dez de 2010

Por muitas vezes fiquei pensando ..


do que nos diferencia em sermos "animais". Talvez seja a consciência, já que eles agem por impulso, instinto. Mas depois, acabei vendo; será que são eles mesmos os animais? Ou será que somos nós? É, nós; ou você não se dá conta de que as pessoas estão matando umas as outras por dinheiro, por poder, por ciúmes, por inveja, por amor; a não, por amor não; amor é um sentimento benigno e que não merece ser adquirido há motivo de morte; quem ama realmente, prefere ver a pessoa feliz ao lado de outra, do que infeliz com ela mesma; matar por amor não existe; se você a ama, não a mata, porque você quer vê-la bem, sempre. Mas voltando a nós; porque estamos fazendo isto? Será a ausência de Deus no coração? Sim, talvez realmente seja isto; a falta de fé em cada um de nós. Percebi também, que nós humanos, somos realmente estranhos; a gente fala que ama os animais, mas os come! Quem ama não mata né? E se eu amo, certamente vou querer vê-lo bem; ao menos, vivo. Acredito que quem deveria ser chamado de animais, somos nós, por proporcionarem a eles tudo isso, todo o mal. Somos nós os causadores de grandes desastres, e por tudo que está ocorrendo no mundo hoje, todo o mal; tudo é nossa culpa. Portanto; os animais, não são eles; somos nós, os animais, os selvagens, os destruidores. Só espero que nos conscientizemos disto logo; antes que nos tornemos também, os causadores do fim. E depois do fim, poderá haver um novo recomeço; mas talvez, será tarde demais para tentarmos reverter o que está feito.

0 comentários:

Postar um comentário